POLUIÇÃO MENTAL...... Fruto de um modelo econômico..........



A civilização moderna produziu transformações diversas nos ambiente. As três maiores perdas sofridas pela população humana nos últimos séculos foram o convívio com a natureza, com a família e com a comunidade.

Considerando que a Humanidade apresenta-se seriamente doente, em virtude do aumento da fome, miséria, doenças, narcotráfico, violência urbana e destruição ambiental, tudo colocando em grave risco a sua própria sobrevivência e que a principal causa desses crescentes problemas é o que se poderia denominar de " poluição mental" , fruto de um modelo econômico capitalista autodestrutivo, que considera a economia como um fim em si mesma, ao invés da adoção de um modelo econômico capitalista humanístico, que considere a economia apenas como um meio para criar cidadãos melhores, vivendo vidas melhores em um mundo melhor.

Tivemos que nos adaptar às situações de novos habitats, nem sempre de forma moral. Acreditar em preconceitos, em informações sem se preocupar com a verdade, ou com o sensacionalismo, para obter vantagens materiais ou outras é um modo de poluir a mente. Diversas situações ambientais ou não, são pré-julgadas por fanáticos, interesseiros e até por parte da mídia que deveria conhecer sempre o assunto que está divulgando.Sem o compromisso com a verdade se perde a oportunidade de esclarecer a população. Chega-se ao cúmulo de se decidir previamente por um posicionamento contra ou a favor de uma determinada situação ambiental ou não.

Daí, então, se passa a um verdadeiro massacre em cima das opiniões contrárias, abdicando-se de critérios mais objetivos.


Nesse caso, deixa de prevalecer o interesse público e a ciência; a democracia fica maculada, prevalece a demagogia. A preservação do ambiente não precisa de mentiras, mas de verdades e comportamentos éticos responsáveis.

Conclamamos todas as instituições e organizações governamentais e não governamentais e todos os cidadãos do mundo, a unirem seus ideais, vontades e recursos humanos, materiais e financeiros, numa irresistível mobilização mundial para a eliminação da "poluição mental", mediante a adoção de um modelo econômico capitalista humanístico, uma proposta de um capitalismo social , que assegure a prática do direito universal à Verdade e da justiça social, viabilizando a edificação da civilização da verdade, da justiça e do amor, já neste alvorecer doSéculo XXI e do Terceiro Milênio.


1