PROUNI ' UMA MANEIRA DE PAGAR UM POUCO DA DÍVIDA SOCIAL QUE NOSSO PAÍS, TEM COM A SOCIEDADE


 INCLUSÃO SOCIAL  ATRAVÉS DO PROUNI

Prouni recebe inscrições para 60.488 bolsas de estudos até este sábado

Da Redação
Em São Paulo
O Prouni (Programa Universidade para Todos) recebe inscrições até as 23h59 deste sábado, 19 de junho, somente pela internet. Ao acessar o sistema, é preciso informar a inscrição no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2009, a senha cadastrada no exame e o número de CPF (Cadastro de Pessoa Física).
O programa, que entrou no ar na segunda-feira (14), oferece para este semestre 60.488 bolsas de estudo integrais e parciais em 1.255 instituições de todo o país.
Cronograma do Prouni
1ª chamada: 21/6 De 22/6 a 2/7
2ª chamada: 7/7 De 8/7 a 16/7
3ª chamada: 21/7 De 22/7 a 26/7
4ª chamada: 29/7 De 30/7 a 2/8
5ª chamada: 5/8 De 6/8 a 9/8
6ª chamada: 12/8 De 13/8 a 16/8
Chamadas Comprovação de informações na IES
Serão divulgadas seis listas de selecionados para esse processo seletivo. As datas serão: 21 de junho (1ª chamada), 7 de julho (2ª chamada), 21 de julho (3ª chamada), 29 de julho (4ª chamada), 5 de agosto (5ª chamada) e 12 de agosto (6ª chamada).
As bolsas concedidas podem ser integrais (100% da mensalidade) ou parciais de 50% ou 25%.

Quem pode participar?

São elegíveis para as bolsas totais os "brasileiros não portadores de diploma de curso superior, cuja renda familiar mensal per capita não exceda o valor de até um salário-mínimo e meio", segundo a portaria publicada pelo MEC (Ministério da Educação).
No caso do abatimento parcial das mensalidades de 50% e de 25% , podem se inscrever "brasileiros não portadores de diploma de curso superior, cuja renda familiar mensal per capita não exceda o valor de até três salários-mínimos". De acordo com o MEC, são 39.113 bolsas integrais e 21.375 parciais.

Pré-requisitos para se inscrever

Para concorrer, o candidato deve ter obtido nota mínima de 400 no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2009. Também precisa ter nota superior a zero na redação da prova, não pode possuir nenhum diploma de curso superior e, ainda, deve atender a um dos seguintes critérios:
  • ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública;
  • ter cursado o ensino médio completo em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição;
  • ter cursado todo o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada, na condição de bolsista integral na instituição privada;
  • ser portador de deficiência;
  • ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública.

Comprovação de informações

Encerrado o prazo de inscrição, o sistema do Prouni classifica os estudantes de acordo com as suas opções e as notas obtidas no Enem. Os pré–selecionados devem comparecer às instituições de ensino de posse dos documentos que comprovem as informações prestadas em sua ficha de inscrição. Para certificar–se da veracidade das informações prestadas, a instituição pode solicitar ao estudante a documentação que julgar necessária.
É facultado às instituições a realização de processo seletivo próprio. Nesses casos, a instituição deve informar previamente os candidatos sobre os critérios de aprovação. Os aprovados terão seu nome registrado no Sisprouni, com emissão do Termo de Concessão de Bolsa.

O que é o Prouni

O Prouni foi criado em 2004, pela Lei nº 11.096/2005. Segundo o MEC, ele tem como finalidade a concessão de bolsas de estudos integrais e parciais a estudantes do ensino superior em instituições privadas. As instituições que aderem ao programa recebem isenção de tributos.
Leia mais
Prouni Internacional vai oferecer dez bolsas por ano para a Espanha
MEC firma acordo com Universidade de Salamanca para Prouni
Defensoria faz acordo com Uniban para alunos do Prouni
AGU deve pedir ressarcimento de bolsas irregulares

0